Home

ImagemAtenção. O documentário a seguir contém cenas fortes e impactantes. Depoimentos chocantes como o de uma menina de 8 anos que tem medo de cair no sono pesado e não aplicar a seringa de glicose noturna e morrer; uma menina de 10 anos que diz que sua vida não faz sentido; e estes são apenas dois exemplos. Também contém relatos de pesquisa como um gráfico mostrando que 54% das crianças no Brasil tomam Coca-Cola antes de completar um ano de idade e outros dados que mostram o excessivo consumo de produtos industrializados resultando em um cenário onde a obesidade torna-se um problema de saúde pública. Os pesquisadores mostram a realidade catastrófica da saúde dessas crianças e concluem responsabilizando a indústria de propaganda por este cenário. Então eu pergunto: Algum pediatra já disse que tudo bem um bebê beber Coca-Cola? Duvido. Aliás, nas embalagens de leite está escrito que bebês até 2 anos devem beber leite materno. E alguém está levando isso à risca porque está escrito? Não. Mas se na embalagem de Coca-Cola está escrito “Abra a felicidade” então a propaganda é diabólica. Assim como a própria empresa, que ao invés de encher seu produto de saúde, coloca açúcar para vender mais. E então surge uma pergunta: Quem vai salvar essas crianças? Desde quando criança decide o que come ou não? Serão os pais também crianças? E por isso não têm responsabilidade?

Assim como acontece com a menina que diz ter medo de dormir e esquecer a insulina, o que fica claro é que ninguém cuida dessas crianças. Essa é a imagem mais triste do documentário que fica na sua cabeça mesmo quando pára de assistir. Onde estão os pais? Querendo que as escolas e a bondade das indústrias de alimentos resolvam a saúde dos filhos? O papel de uma empresa na sociedade é gerar lucro. Sem lucro, não existe empresa. Empresa não tem obrigação de gerar saúde, ou de preencher o vazio das crianças. Quando eu vejo a tristeza da vida dessas crianças, eu não penso no capitalismo, o que eu penso é: Onde estão os pais? Uma vez que colocou o filho no mundo, é preciso fazer o trabalho.

Vê lá: http://www.muitoalemdopeso.com.br/en

Por: Cris Leão

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s