Home

Imagem

Desde pequena Teresa via sua mãe costurar. Sempre curvada na frente da máquina. Preocupada com as roupas que ia costurar para o aniversário, para o Natal, para o Reveillon, para a mesa, para a cama. Era preocupação e roupa que não acabava mais. Quando Teresa ficou grande, não teve dúvida, ela queria ser uma descostureira.

Por Cris Leão

Ilustração: Joana Faria

Veja aqui o primeiro, segundoterceiro e quarto capítulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s