Home

Sim, os filhos crescem rápido. E por isso é importante a gente assumir a responsabilidade. A gente se desfocar um pouco das modinhas, das saídas para aqueles mesmos bares, daquelas mesmas conversas, com aquelas mesmas pessoas, desfocar um pouco até do trabalho, porque não? O que está acontecendo em casa vai passar. Não parece quando você está há vários dias, ou semanas sem dormir, mas a verdade é que eles crescem rápido mesmo. Só que nem por isso precisamos querer aproveitar todos os momentos com o medo e a pressão de que o tempo passa rápido. Nem precisamos fingir ou se cobrar que todo momento seja maravilhoso. Mas aproveitar os momentos que forem verdadeiramente importantes. De prazer ou de aprendizado.

Meu primeiro filho dormiu pela primeira vez durante 4 horas seguidas quando tinha 6 meses. Não posso dizer que tenho saudade dele bebezinho. Passou rápido. Ufa! Até meu pai que mora longe, ficava contando os dias, as semanas, os meses para o João crescer um pouco e me dar menos trabalho. Quando eu ligava ou ia visitar ele falava, já passaram 2 meses, minha filha; já passaram 3 meses e meio, vai melhorar. Mas por outro lado, fico com o coração esmagado quando vejo os “Joãos” que já passaram por ele e já foram embora: O João que chamava suco de “tuco”. O João que dormia abraçado com um macaco de pelúcia. Este cena desde 1 ano de idade não parecia que ia acabar até que um dia, já com 7 anos ele falou: não quero mais dormir com ele. (Cena chocante para uma mãe) Também sei que vou sentir falta do jeito engraçado e carinhoso que ele tem desde de bebê, talvez ele continue assim, mas quem pode me garantir? Como uma vez, dias depois da Maria Teresa nascer, eu tentando demonstrar que ele continuava importante falei: Você é meu tesouro, sabia? E ele: Sim, eu sou o tesouro e ela é a tesoura.

Da minha filha já sinto falta da bebezinha fofa e comilona que ela foi. E também vou sentir falta da doçura e da imaginação sem limites. Como o dia que eu estava testando o lápis com a ponta colorida e ela perguntou: O que você está fazendo?

lapis cores Antes que eles crescam

Eu respondi: Estou vendo como esse lápis funciona. E ela: Por que não me perguntou? Tem uns ratinhos aqui comendo sorvete e o sorvete vai pingando, escorre e vão saindo as cores assim ó (e falou tudo de novo agora fazendo gestos e apontando para o lugar exato do lápis onde tudo isso acontece).

Sim, alguns momentos (pode ser um olhar) são muitos especiais e vamos sentir falta deles. Dos momentos e de ter as crianças pequenas. Esse domingo sai com os dois pela rua, uma mãozinha fofa de cada lado. A gente se conhece, a gente se entende, a gente sabe o que faz o outro rir, e quando essa intimidade e afinidade dá certo num dia ensolarado de domingo, eu me sinto a pessoa mais abençoada do planeta. Desejo que todos nós aproveitemos esses momentos. Sem a cobrança de que sempre precisa ser perfeito o tempo todo. E se a gente aproveitar e assumir as responsabilidades de uma maneira mais leve, dá mais chance para que não passe assim tão rápido. Como na história da lebre e a tartaruga, se a gente viver com menos fúria de lebre, fica mais fácil ter o fôlego da tartaruga para chegar até o fim da corrida. Afinal, quem disse que tudo de bom precisa acontecer antes que eles cresçam?

Por Cris Leão

Um pensamento em “Não é porque eles crescem rápido que todo momento é encantado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s