Home

IMG_0025

Esse é um texto que recebi logo que meu filho entrou no jardim de infância, mas que já li por aí também e ao qual recorro algumas vezes por ano, para me lembrar do que é fundamental para uma criança. Espero que inspire essa semana que começa. Chama-se Pedido de uma criança a seus pais.

Não tenham medo de serem firmes comigo. Prefiro assim. Isto faz com que eu me sinta mais seguro. 

Não me estraguem. Sei que não devo ter tudo o que peço. Só estou experimentando vocês.

Não deixem que eu adquira maus hábitos. Dependo de vocês para saber o que é certo, o que é errado.

Não me corrijam com raiva, nem na presença de estranhos. Aprenderei muito mais se me falarem com calma e em particular.

Não me protejam das conseqüências de meus erros. Às vezes eu preciso aprender pelo caminho áspero. 

Não me impeçam de praticar o que já aprendi, pois é através de minhas experiências no mundo que posso me reconhecer como ser.

Não levem muito à sério as minhas pequenas dores. Necessito delas para poder amadurecer. 

Não sejam irritantes ao me corrigirem. Se assim o fizerem, eu poderei fazer o contrário do que me pedem. 

Não me façam promessas que não poderão cumprir depois. Lembrem-se que isto me deixa profundamente desapontada. 

Não ponham à prova a minha honestidade. Sou facilmente tentado a dizer mentiras.

Não me apresentem um Deus carrancudo e vingativo. Isto me afastaria Dele. 

Não desconversem quando faço perguntas, senão serei levado a procurar as respostas na rua todas as vezes que não as tiver em casa. 

Não se mostrem para mim como pessoas infalíveis. Ficarei extremamente chocada quando descobrir um erro de vocês. 

Não digam simplesmente que meus receios e medos são bobos. Ajudem-me a compreendê-los e vencê-los. 

Não digam que não conseguem me controlar. Eu me julgarei mais forte que vocês.

Não me tratem como uma pessoa sem personalidade. Lembrem-se que eu tenho o meu próprio modo de ser.

Não vivam me apontando os defeitos das pessoas que me cercam. Isto irá criar em mim, mais cedo ou mais tarde, o espírito de intolerância.

Não se esqueçam de que eu gosto de experimentar as coisas por mim mesma. Não queiram ensinar tudo pra mim. 

Não tenham vergonha de dizer que me amam. Eu necessito desse carinho e amor para poder transmiti-lo à vocês e aos outros. 

Não desistam nunca de me ensinarem o bem, mesmo quando eu parecer não estar aprendendo. 
Insistam através do exemplo e, no futuro, vocês verão em mim, o fruto daquilo que plantaram.

Não achei o autor, mas é atribuído a Fenix Faustine, de quem tão pouco encontrei referências confiáveis. De qualquer maneira, é um bom guia, não?

7 pensamentos em “Um pedido aos meus pais

  1. Maravilhoso texto apesar de difícil…. Mas eu, apesar de uma escorregada aqui e ali, com certeza faço o meu melhor. Obg e um ótimo Domingo.

  2. Lindo texto! Já conhecia tb, mas é sempre bom relê-lo, muitas e muitas vezes e tentar colocá-lo em prática…

  3. Adoro esse texto. Recebi uma cópia da escola do meu filho há 4 anos atrá e desde essa data tenho ele preso na geladeira. Toda hora bato o olho em uma das frases, então estou sempre “sendo lebrada” da visão das crianças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s