Home

Ganhei um livro da minha cunhada, No Quiero Crecer. (Minha cunhada mora na Argentina, por isso o livro é em espanhol) O livro é da psicóloga Pilar Sordo. Em breve, vou escrever sobre ele, mas agora queria escrever sobre esse título.

Não sei se todo mundo é assim, mas para mim palavras são imagens. Talvez pela minha dislexia, não sei, o fato é que olho as palavras e fico um pouco parada ali. No quiero crecer. Eu vejo um homem com mais de 30 anos que nunca ficou adulto. Não estou falando que ele nunca trabalhou ou ganhou dinheiro, isso não é ser adulto. Ele nunca enfrentou a vida de frente, os problemas de frente. Nunca conversou sobre o que estava sentindo e também nunca ouviu. Foge dos problemas. Casou mas descobriu que a esposa não era a mãe, então decepcionado preferiu ficar com a mãe mesmo. Voltou para a casa da mãe, ou sempre se refugia por lá quando tem algum problema. Também vejo uma mulher. Ela tem uma enorme dificuldade em tomar qualquer tipo de decisão. Porque para isso, ela precisa crescer. Então ela fica parada, meio sem rumo, meio sem arriscar, meio escondida, sempre no meio, nunca inteira. Ela recebe aquilo que aparece para ela. Assim como quem recebe uma bandeja dessas que as mães entregam para os filhos nas mãos para eles não terem muito trabalho. Decisão envolve perda, perda envolve sofrimento, sofrimento envolve crescimento. Então mãe, me passa a bandeja e o controle remoto que eu quero ficar aqui mesmo como se a vida pudesse ser sempre essa. Eu, filhinha.

Vi no Facebook da poeta Alice Ruiz:

Às vezes eu desejo estar assim com minhas filhas,
às vezes com minha neta e meu neto.
Mas como eles poderiam voar?

Alice Ruiz Antes que eles crescam

Foto: Green Renaissance

Um dia desses, na escola dos meus filhos, uma mãe veio desabafar comigo dizendo que o filho teve um mau comportamento e a professora e a escola foram extremamente rígidos com ele. Ela me falava magoada “ele tem só 12 anos, não precisava aprender que na vida um deslize pode custar tão caro”. Do ponto de vista dela, foram rigorosos demais. Mas ainda assim (porque ela é a pessoa mais inteligente que conheço) ela disse: Mas quer saber? Que sorte a dele em ter essa lição. (e os olhos deixaram de mostrar mágoa e agora brilhavam) Que sorte a dele já nessa idade aprender que os erros trazem consequência! E ela, triste pelo ocorrido ter acontecido com pessoas com quem convive há 7 anos, disse: Quer saber mais? Não vou ficar chateada com isso. Porque eu sai ganhando. Eu perdoo o que fizeram com ele e comigo. E saio dessa história feliz porque aprender a perdoar é uma grande lição para mim.

Muito Poliana? Pode parecer num primeiro momento. Mas quando eu olho para as palavras “No Quiero Crecer” e consigo ver um adulto de verdade, eu vejo alguém que sabe que a vida é um exercício constante de aprendizado. E por isso mesmo, a vida vai ser mais intensa, mais completa quando não economizarmos esforços para aprender. Quando cada oportunidade, cada crise, cada chateação, ao invés de ser um motivo para reforçar a vítima (a criança mimada), virar uma oportunidade de crescimento.

Na terceira visita do Dalai Lama ao Brasil, enquanto ele falava de paciência, alguém da platéia estendeu a mão e disse: Como desenvolver a paciência? E Dalai Lama respondeu: quando você estiver numa situação onde sua paciência está sendo testada, aproveite. Porque este é um ótimo momento para desenvolvê-la.

E talvez seja assim que, afinal, a gente vai virando gente grande. Quando a gente decide seguir vivendo, enfrentando e acumulando os aprendizados.

Dê esse exemplo para o seu filho. Criança aprende por imitação.

Por Cris Leão

3 pensamentos em “Como superar o medo de ser grande

  1. Oi, Cris ! Seu texto serviu “como uma luva” para meu dia de hoje. Viver é estar sempre aprendendo mesmo! Obrigada mais uma vez, querida ! Bjks.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s