Home

Este é mais um post da série Uma Mãe Lava a Outra. Tenho muita alegria em dividir com vocês, a história da minha amiga, Erika Li. Uma mulher mais doce do que doce de batata doce. 

Já reparou que brincadeira de criança não tem hora para começar nem para acabar? Pode começar no café da manhã, com seu filho cortando um pedaço de pão e fingindo que é um cavalo. E esse cavalo pode conquistar reinos, onde seu filho é um guerreiro corajoso, que escala o sofá, se defende do dragão (outra almofada) e salva a princesa (você). Tem coisa melhor do que deixar a imaginação da criança fluir? E do café da manhã ir pro carro, pra escolinha, depois pro parque com os amigos? Foi pensando assim que a Erika Li criou a Contos de Vestir. Porque já que seus filhos vão passar horas brincando e imaginando, melhor que fique com algo que seja belo, rico, confortável e que proporcione esse alimento para a alma.

E além das fantasias literais (vestidos e capas), a Contos de Vestir tem uma linha de peças lúdicas, que são saias e saiões, coletes e acessórios buscando proporcionar um pouquinho da brincadeira no dia-a-dia das crianças. A ideia é que o lúdico esteja sempre presente na vida da criança, enriquecendo suas experiências do brincar.

Esqueça aquelas fantasias sem qualidade, que se desfiam (inteiras) num breve encostar de um anel. E pensem em roupas gostosas, tecidos macios e que ficam bem em todo lugar que seu filho levar a imaginação para passear. É só dar mais uma olhadinha nessa foto fofura aí em cima e vai ver que não estou mentindo. Todos os looks são da Contos de Vestir. Essa foto faz parte do novo catálogo da marca. Mais algumas aqui: (fala sério, gente!!!)

Contos de Vestir Antes que eles crescam

capas Contos de Vestir

Conheça a história da Erika Li:

Eu decidi parar de dedicar todo o meu esforço, tempo, saúde, paciência, para os meus chefes nos 14 anos que trabalhei na área de comunicação (com hora para chegar e sem hora para sair); para abrir o meu próprio negócio. Trabalho muuuuuuito, mas vejo a Maria, estamos sempre juntas. Fico feliz e realizada de ver o trabalho crescendo, estando perto dela ao mesmo tempo.

Acredito que na nossa cultura está impregnada a ideia de que sonhar é coisa de rico. Conta na prática como funciona a parte financeira do começo até hoje.

Erika Li: Nunca ganhei carro de pai, apartamento, nada. Tudo foi conquistado com o meu trabalho. Como entrei cedo na publicidade, ganhava bem e pude viajar bastante e juntar um dinheirinho. Também era DJ e isso complementava a minha renda. Mas quando a Maria nasceu, tudo mudou. E o dinheirinho juntado, achei que eu poderia colocar no meu sonho, de trabalhar com moda e ficar mais tempo com ela. Aprendi a costurar muito cedo com minha mãe, sempre criei as minhas próprias roupas. Então em 2006 abri uma loja com 2 sócios e me lancei como estilista.

Comecei com as roupas de adulto que eu já fazia e criei a Maria Lili (roupas infantis). Em 2010, veio a ideia da Contos de Vestir. Depois fiz a formação do visagismo* e aí pintou bastante trabalho também. E a coisa começou a engrenar em 2012 quando a Contos começou a aparecer espontaneamente nas revistas, Veja, Cláudia, Pais e Filhos, N Magazine, etc.

E agora tenho uma nova linha: Contos do Mundo por Contos de Vestir, com uma grega, indiana, espanhola, chinesa, africana e dama antiga francesa. Lanço no Ópera. Uma fofura!

 

Pequeno_Principe_Antes que eles crescam

Leli Contos Antes que eles crescam

Espero que tenha gostado da história da Erika. E que te sirva de inspiração.

E agora entra a parte que Uma Mãe Lava a Outra. Para comprar ou dar uma mãozinha, compartilhe este post e dê um like na página de Facebook

Meus filhos têm roupas da Contos de Vestir (foto acima) e posso garantir que são peças muito gostosas de usar e com certeza as mais bonitas que eles têm. Já que a infância é a melhor época da vida, é melhor estar vestido à altura.

Para quem está em São Paulo, não deixe de conhecer essas peças ao vivo nas feiras Ópera e Baby Bum. Já na próxima semana!

Cris Leão

* Visagismo –  a arte de criar uma imagem pessoal que revela as qualidades interiores de uma pessoa, de acordo com seu temperamento e os princípios da linguagem visual (harmonia e estética), utilizando a maquilagem, o corte, a coloração e o penteado do cabelo, entre outros recursos estéticos.

Fotos: (catálogo) Estefi Machado e (meus filhos) Andrea Pasquini

4 pensamentos em “Contos de Fadas para vestir

  1. Meninas, Realmente este filme frozen é um sucesso. Vcs acreditam que até a Rapunzel eu já achei no filme!!! Vcs perceberam que ela e o Flyn aparecem??

    Bjs Marcela

    Enviado via iPhone

    >

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s