Home

Um dia desses li no Facebook do meu ex-colega de trabalho, o professor de filosofia Eduardo Oyakawa: “O comportamento ético mais radical conhecido pela humanidade foi aquele ensinado por Jesus de Nazaré. E ele pediu (sabendo disso…) o impossível…amar nossos semelhantes, não julgar, ajudar os miseráveis e oprimidos da terra… Jesus foi o maior revolucionário da história humana.”

O Chakra do amor é o quarto Chakra e por estar no meio ele é a ponte entre os outros, ele é o centro, ele é o grande responsável pela conexão de energia entre o seu corpo físico e emocional. Este Chakra ressoa as nossas percepções emocionais que determinam a qualidade das nossas vidas muito mais do que as percepções mentais. Quem é que nunca se sentiu feliz, ou em paz, sem saber explicar porquê?

Para fazer um detox nesse Chakra e deixar ele tinido, em pleno funcionamento, é preciso perdoar, sentir a dor mas não deixar ela virar amargura. É preciso se amar e amor o próximo. Também ajuda muito respirar fundo e agradecer pelo simples fato de estar vivo. Agradecer cada célula que existe dentro do seu corpo e está em funcionamento nesse exato momento só para que você fique vivo. Ajuda também honrar o seu corpo, se alimentar bem e se exercitar, com prazer. Podem existir pessoas mais ricas do que você, com o corpo mais bonito, com mais inteligência, mais talento. Mas você é único! E você tem sua própria missão aqui. E sua missão pode não ser a de inventar a mais nova tecnologia, ou ser o líder da maior empresa do mundo, mas sua missão é só sua. Sentimentos como o luto (vivido por mais tempo do que o saudável), raiva, rancor, inveja, excesso de egoísmo (porque no fundo se sente inferior), medo da solidão – são sentimentos que intoxicam seu corpo. Enquanto sentimentos como: compaixão, amor, compromisso, habilidade de se curar e curar os outros, esperança – são sentimentos que fazem viver o divino que existe em você.

“Pensamentos e emoções negativas destroem a possibilidade de paz e felicidade. Se você pensar claramente sobre isso, vai ver que não faz sentido pensar que está procurando a felicidade, se você não está fazendo nada para esvaziar a raiva, a maldade e a inveja dos seus pensamentos e emoções.” Dalai Lama

Por que escolher o amor (extraído do blog Hands Free Mama)

Uma hora a mais de trabalho ou amor? Eu escolho o amor.

Vou ser mais produtivo depois de ter esse intervalo tão necessário. 

Gritar para o motorista que me cortou ou amor? Eu escolho o amor.

Vai ser melhor para a minha pressão arterial e também para os ouvidos no banco de trás. 

Ler a mensagem no semáforo ou amor? Eu escolho o amor.

Pode salvar a minha vida, a vida daqueles que eu amo, e me salvar de tirar uma vida.

Guardar rancor ou amor? Eu escolho o amor.

Deixa o ressentimento ser a companhia de vida de outra pessoa.

Falar “Eu não posso brincar com você” ou amor? Eu escolho o amor.

Ver o sorriso no rosto dela ajeitando o jogo na mesa me enche de uma paz que eu não posso ter em nenhum outro lugar. 

Ser o dono da última palavra ou amor? Eu escolho o amor.

Nossas palavras vão ser melhor ouvidas quando nós dois estivermos mais calmos.

Gritar por causa do suco que caiu no chão ou amor? Eu escolho o amor.

A sujeira é fácil de limpar; coração quebrado é mais difícil de emendar.  

Postar a foto desse momento na mídia social ou amor? Eu escolho o amor.

Eu vou lembrar mais vividamente se capturar esse momento apenas com meus olhos. 

Reclamar do jeito que ela se veste ou amor? Eu escolho o amor.

Vou encorajá-la a brilhar sua luz única e ser ela mesma se a amar “como é”.

Me criticar por ser atrapalhada ou amor? Eu escolho o amor.

Aceitar minha limitação como ser humano dá às pessoas que eu amo a liberdade de serem humanos também. 

Hoje eu escolho o amor.

Amanhã eu escolho o amor.

E o dia depois, eu vou escolher o amor.

Se por acidente eu escolher distração, perfeição ou negatividade ao invés de amor, eu não vou mergulhar no arrependimento. Vou escolher o amor.

Eu vou escolher o amor até que ele se torne minha primeira resposta… meu instinto… minha reação natural.

Eu vou escolher o amor até que ele se torne a pessoa que eu sou.

Como fiz neste post, seguem perguntas para você se fazer em momento de meditação/relaxamento/silêncio/quietude para assim desobstruir as veias do Chakra do coração.

1- Quais memórias emotivas você ainda precisa se curar?

2 – Quais relacionamentos na sua vida precisam de tratamento?

3 – Você já usou de sentimentalismo para controlar as pessoas ou as situações? Se sim, descreva-os.

4 – Você já se permitiu ser controlado por sentimentalismos de outras pessoas? Quais são seus sentimentos sobre deixar isso acontecer novamente? Quais são os passos que você está preparado para dar para prevenir que seja controlado novamente?

5 – Quais são os medos que você tem sobre se tornar emocionalmente saudável?

6 – O que você entende por perdão?

7 – Quais são as pessoas que você ainda precisa perdoar, e o que te impede de soltar essa dor que ainda te prende a eles?

8 – O que você fez que precisa ser perdoado? Quais pessoas estão trabalhando para te perdoar?

9 – Qual é o seu entendimento sobre uma relação íntima e saudável? Você está pronto para se libertar de suas feridas e se abrir para uma relação assim?

Queridos leitores, esse blog é alimentado pelos sinceros comentários que recebo de vocês. E pela grata sensação de que essas palavras que chegam aqui (do coração, das minhas aulas sobre os Chakras, de uma experiência vivida ou de um texto lido) também vão fazer bem a mais alguém. Adoraria saber o que essas palavras provocaram em vocês.

“Eu honro o local em você em que o Universo inteiro reside, eu honro o lugar em você que é de Amor, de Integridade, de Sabedoria e de Paz. Quando você está neste lugar em você, e eu estou neste lugar em mim, nós somos um”.

Cris Leão

25 pensamentos em “Por que escolher o amor

  1. Cris!!!
    Vc é praticamente minha guru espiritual!!!
    Entro pra ler sobre suas dicas de ser uma mãe melhor e encontro paz pro meu coração!!!
    Vc é iluminada!!!
    Não pare de escrever nunca, por favor!!!
    Grata, grata e mil vezes grata a vc, a Deus e ao amor que vc espalha com suas palavras!!
    Mil bjs!!
    Gabi

    Enviado via iPhone

    >

  2. Cris! Eu adoro ler seus textos porque eles me fazem pensar e querer ser uma pessoa melhor. Obrigada direto de Paris.

  3. Amei o post e me emocionei no montemos do eu escolho o amor…. Como eh difícil e fácil ao mesmo tempo, eh só ser racional e emocional… Equilibrando o ser humano que vive num mundo, não sozinho!! Eh pensar primeiro no filho, no próximo, mas se respeitar antes de tudo!! Vou pensar nas questões para meditação, são bem interessantes! Estou seguindo o blog e gostando muito! Só agradeço pelo encontro!

    • Que legal, Mariane. Esse texto do “eu escolho o amor” tb me emocionou muito quando li. Bom saber que valeu a pena reproduzir. Beijos!

  4. Cris, comecei a acompanham o blog desde o nascimento do meu filho, há 1 ano e 4 meses. Virei uma grande fã e admiradora da sua sensibilidade. Os seus textos tocam profundamente o meu coração. Obrigada por dedicar o seu tempo em espalhar tanto amor e beleza no mundo.

    • Que delícia saber que vc é leitora desde o nascimento do seu filho! Obrigada. Juro que estou planejando umas boas dicas práticas para quem tem bebês. ; ) Beijo!

  5. Puxa, Cris, que texto belíssimo! Sempre que venho aqui, suas palavras alimentam meu coração e me iluminam para seguir o caminho de ser uma mãe melhor.

    Adorei o texto sobre escolher o amor. Vou pensar nas questões com carinho também.

    Gratidão pelo seu blog!

  6. E o que fazer quando vc já perdoou, q na verdade vc nem se incomoda mais com o que aconteceu no passado, mas q vc tem q “fingir” q não perdoou porque não quer mais conviver com a pessoa? Vc sabe q se abrir a guarda e contar que não se importa mais, a pessoa vai querer voltar ao seu convívio… e isso seria um martírio… conviver com uma pessoa sugadora de felicidade… vc fica entre a cruz e a espada…

    • Mas ninguém pode forçar um convívio, pode? Se você escolher não conviver mais, sai de perto. Nada pior do que vampiros de energia. Eu acho que a grande vantagem da idade é perceber que tudo bem falar não. A pessoa chama e vc diz “não”. A pessoa liga e vc não atende. Tudo bem. Mas se for da família ou uma outra situação onde não tem jeito mesmo, só de você não estar com o coração aberto para a pessoa, não deixar que o que ela fala, pensa ou sente chegar dentro de você, está tudo certo! A gente merece o melhor. Principalmente nas relações. Não dá para se contentar com o que faz mal. beijo!

  7. É Cris, não existe consciência. Existe sincronicidade. Hoje tive uma conversa com meu marido, fui a terapia e ao médico de sono (do meu filho). Os 3 me falaram para “amar menos meu filho”. Existem excessos e a culpa é minha (beeeem resumidamente).
    Seu texto caiu tão, mas tão, mas tão bem que a nuvem negra que estava na minha cabeça, saiu e abriu um lindo dia de sol.
    Obrigada!

  8. Que texto profundo! Preciso rever muitas atitudes cotidianas… Obrigada! Hj a noite vou reler essas perguntas e vou respondê-las da forma mais sincera possível.
    Abraço fraterno
    Gilda

  9. Muito obrigada por mais uma reflexão tão importante! Eu realmente acredito que você está se tornando eternamente responsável por melhorar a vida de muita gente que cativou ao criar este blog.
    Gratidão!!! Um abraço quentinho.

    • Minha querida, vc não imagina a alegria que sinto toda vez que vejo uma mensagem sua por aqui. Obrigada! Um abraço apertado!

  10. Este site já está na minha barra de favoritos desde o primeiro dia em que li um texto seu. Cada palavra tem me ajudado muito a compreender melhor meus sentimentos, como li outro dia, assim como vc ando mergulhada no meu autoconhecimento e desenvolvimento pessoal…e todos os textos que tenho consumido frenéticamente tem me ajudado a expandir meus conhecimentos e a me aproximar de mim com sinceridade…anoto suas palavras para fixarem bem na minha cabeça, leio, releio e me sinto leve depois de perceber que não sou a única que sinto fraquezas e vazios na alma!
    Obrigada por dividir comigo suas palavras inspiradoras!

    • Obrigada pelo carinho, Anelize. Tenha certeza que suas palavras tb fizeram muita diferença no meu dia. Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s